Solicite uma proposta

Digite abaixo os seus dados para que possamos entrar em contato.

10/04/2018
5 cuidados para levar seu pet no carro


O Código Brasileiro de Trânsito permite que você leve seu animal de estimação em passeios ou viagens de carro, mas, existem algumas regras que regulamenta esta voltinha. É proibido, por exemplo, que o motorista leve o animal no colo, entre as pernas ou os braços (o que rende infração média), ou que transporte o animal do lado de fora do carro (nas caçambas por exemplo). 

Para transportar seu bichinho com todo o carinho e total segurança, selecionamos 5 dicas para facilitar o transporte do seu amigão. 


1ª – ISHHHH. DEU MEDO. E AGORA?

Cães e gatos costumam fazer xixi ou cocô quando estão com medo e isto pode lhe trazer uma situação bastante desagradável. Para acostumá-los e fazer com que percam o medo, leve-os a passeios rápidos em trajetos curtos, por várias vezes até que eles percam o medo do veículo

2ª – EQUIPAMENTOS NECESSÁRIOS

Para animais de pequeno e médio porte, a caixa de transporte é indispensável. Ela pode ser presa com o cinto de segurança do seu veiculo e deve ser colocada no banco traseiro. Já existem também cadeirinhas especiais e assentos de elevação para este transporte especial.

Caso seu pet seja um animal de grande porte, está disponível a venda de cintos de segurança específicos que impedem que o animal atrapalhe o motorista, dando toda segurança ao seu bichinho. 

3ª – LINDINHOS E LIMPINHOS

Você também encontra nos pet shops as capas protetoras de bancos, porém, se mesmo assim seu pet fizer xixi ou cocô no seu carro existem produtos para limpeza a seco que vão resolver o problema, mas, se seus bancos forem de couro, procure produtos específicos para sua limpeza sem danificar o estofamento. 

4ª – LONGOS TRAJETOS

Os especialistas recomendam que devemos alimentar nossos pets no mínimo três horas antes do início da viagem. Pare a cada 2 horas para que seu pet possa fazer suas necessidades e tomar água. Aproveite estas paradas para levá-lo a pequenas caminhadas, o que vai contribuir para descansá-lo do desconforto de ficar preso.

5ª – MAIOR SEGURANÇA

Além da segurança e do conforto do seu animalzinho de estimação, você deve se preocupar com a segurança e conforto sua e de seus passageiros. Por isto, siga estas dicas. E, lembre-se de não fazer nenhuma viagem longa com seu bichinho de estimação, sem antes de acostumá-lo com o carro, fazendo diversos passeios curtos com ele antes da viagem para que ele perca o medo do automóvel.