Solicite uma proposta

Digite abaixo os seus dados para que possamos entrar em contato.

05/12/2017
Dicas de como escolher o óleo correto para o seu carro

Fique de olho: a escolha de um bom óleo evita o consumo excessivo de combustível  e o desgaste das superfícies metálicas do motor, já que cria uma película entre as peças. Ele protege ainda contra sujeiras e oxidação, o que pode entupir os dutos, aumentar a temperatura do motor e diminuir a sua vida útil. 

Sempre, sempre, sempre leia o manual: ali estarão dados essenciais do seu veículo, como as datas de troca segundo a quilometragem e o tipo de óleo mais indicado para seu carro: sintético, semissintético ou mineral. Mas afinal, o que é isso?  Ok, vamos conhecer um pouco destas diferenças: 

# 1 TIPOS DE ÓLEO


- Maior lubrificação

- Maior duração

- Impede formação de borra

- Resistente à oxidação

- São os mais caros

- Conseguem funcionar melhor em altas e baixas temperaturas.

- Tem preço intermediário

- Boa durabilidade

- Menor preço

- Atende às exigências dos carros mais antigos

- Dura meno, necessitando de maior quantidade de trocas


#2 CLASSIFICAÇÃO DOS ÓLEOS


- Óleos de verão: SAE 20, 30, 40, 50, 60;

- Óleos de inverno: SAE 0W, 5W, 10W, 15W, 20W, 25W;

- Óleos multiviscosos (inverno e verão): SAE 20W-40, 20W-50, 15W-50.[1]

#3 DESCUBRA QUAL ESCOLHER


- ÓLEO SINTÉTICO – Recebe este nome por ser produzido por meio da manipulação do petróleo e de componentes químicos em laboratório. A opção mais completa do mercado possui composição química mais uniforme e estável de maior pureza, apresentando como principais benefícios: 


- SEMISSINTÉTICO –  É a mistura de óleos básicos minerais e sintéticos que reúne as melhores propriedades de cada tipo, garantindo que o óleo tenha performance superior a dos lubrificantes de minerais.


- MINERAL – É produzido por meio de uma combinação de aditivos e óleos básicos obtidos pelo refino do petróleo. Não tão evoluído quanto os óleos sintéticos e semissintéticos, é o comum e tradicional do mercado e tem como características:


Os óleos passam por teste de viscosidade (SAE) e desempenho (API OU ACEA). 

---- > CLASSIFICAÇÃO SAE

É uma classificação estabelecida pela SAE - Sociedade dos Engenheiros Automotivos dos Estados Unidos indicada por um número. Quanto maior este número, mais viscoso é o lubrificante para suportar maiores temperaturas. São divididos em três categorias:


----->  CLASSIFICAÇÃO API

Desenvolvida pelo Instituto Americano do Petróleo, baseia-se em níveis de desempenho dos óleos lubrificantes, isto é, no tipo de serviço do qual a máquina estará sujeita. São classificados por duas letras, a primeira indica o tipo de combustível do motor e a segunda o tipo de serviço.


Para escolher o óleo certo para o seu veículo, reflita sobre as seguintes questões: 

*** Você vive em um clima muito frio ou muito quente? ***

Há mudanças bruscas de temperatura onde você mora? Óleos multiviscosidade cobrem uma gama de temperaturas maior. Quanto menor o número antes do “W”, melhor o óleo funciona em tempo frio. Mas também, quando esse número é menor, o intervalo ideal de funcionamento é menor. 


*** Qual a idade do seu veículo? ***

Se você tem um veículo antigo que usou apenas um tipo de óleo durante toda sua vida útil, principalmente no caso de óleo de viscosidade única, vai formar um pouco de borra do motor, porque alguns óleos de viscosidade única não têm aditivos. Será necessário fazer um flush do óleo do motor para substituir por um óleo novo, ou você vai terminar com um motor danificado.


*** Quão desgastado está o motor do seu veículo? ***

Se o seu veículo já registou uma grande quilometragem ao longo de vários anos e tem rodado com um óleo de viscosidade única, o óleo multiviscosidade não é consistentemente espesso o suficiente para lubrificar as peças do motor desgastadas e que se tornaram menores enquanto estavam se desgastando, deixando espaços maiores entre eles. 

Para manter o óleo espesso o suficiente para preencher essas lacunas, a recomendação geral dos mecânicos é mudar para um óleo mais pesado de viscosidade única quando o veículo começar a funcionar erraticamente ou começa a queimar o óleo mais rapidamente. Se você estiver rodando com um óleo com viscosidade 30, mude para a viscosidade 40 pelo menos durante o verão, quando o óleo tende a queimar mais e reduzir a quantidade no motor.

# 4 PALAVRA DE QUEM ENTENDE

O chefe de oficina da Power Imports, Ubiratan Jacobsen, fala um pouquinho sobre a importância de escolher um bom óleo lubrificante para o seu Kia. Se você gosta de economia e performance vai gostar do que ele tem pra te falar. Clique abaixo e descubra.