Solicite uma proposta

Digite abaixo os seus dados para que possamos entrar em contato.

06/11/2017
GRÁVIDAS: NÃO DIRIJAM SEM LER PRIMEIRO ESTAS 4 DICAS

As mulheres possuem um ritmo intenso no dia  a dia e não é porque ficaram grávidas que vão desacelerar. As gestantes podem rodar livremente pelas ruas, já que o Código Nacional de Trânsito não faz nenhuma restrição a elas estarem na direção, mas você sabia que até 1997 a legislação proibia que mulheres com mais de cinco meses de gestação dirigissem?

Mesmo com tanta liberdade, elas precisam tomar alguns cuidados para esperar este bem tão precioso. Por isso, preparamos quatro dicas essenciais para aumentar a segurança tanto das mamães quanto dos bebês. 

# RESPEITE O TEMPO MÁXIMO PARA DIRIGIR

Se a grávida não tiver restrição médica, poderá dirigir até quando completar aproximadamente 34 semanas (aproximadamente oito meses) de gestação. Ela só deve evitar dirigir no último mês porque o bebê já estará se encaixando e comprimirá a bacia. O resultado? Desconforto, cólicas e necessidade de urinar toda hora. Depois do parto normal, as mulheres podem voltar a dirigir em uma média de 15 ou 20 dias depois. Se for cesariana, o tempo aumentará para 40 dias. Fique bem relaxada, já que especialistas recomendam que as mulheres não tenham pressa para voltar a dirigir, uma vez que a musculatura abdominal fica "solta" após o parto, causando um certo desconforto.


# UTILIZE CORRETAMENTE O CINTO DE SEGURANÇA

Aqui não tem dúvida, o cinto deve ser colocado da mesma forma quando a mulher não estava grávida: abaixo da barriga. Atente-se para que a faixa diagonal passe pela linha dos ombros e fique cruzada sobre o peito e a faixa horizontal fique bem abaixo do útero. Ah, o ideal é usar o cinto de três pontos. 




# ACESSÓRIOS X BEM-ESTAR

Os acessórios precisam todos estarem adaptados para a futura mamão. O banco, por exemplo, deve ser posicionado de forma que a distância do volante ao peito seja de, no mínimo, 25 centímetros. 

Uma dica que ajuda a aliviar a tensão da região lombar é colocar uma pequena almofada na região.

Mas fique de olho para a posição não comprometer o alcance nos pedais. A ordem é andar em baixa velocidade, já que os reflexos ficam mais lentos por causa da gestação. 

#  OPTE POR UM CARRO COM MAIS RECURSOS

Com mais recursos tecnológicos, a direção ficará mais confortável para a grávida. 

Vamos lá: a vida fica bem mais fácil com troca de marcha automática, posicionamento elétrico dos bancos, vidros e travas elétricas, regulagem elétrica dos retrovisores, direção hidráulica ou elétrica.

#  SINAL AMARELO PARA AS GESTANTES

Ok, a mulherada tá liberada para a direção, mas o bom senso deve vir acima de tudo. 

Quanto menos tempo a gestante permanecer ao volante, melhor, para evitar o estresse, inchaço das pernas, hipoglicemia e queda de pressão. Então, prefira as caronas ou os serviços de motorista particular, como táxi, Uber e Cabify. 


Gostou das dicas? Se você está grávida ou pensando em engravidar, conheça os modelos da Power Imports. São veículos que proporcionam o conforto e bem-estar que mães e bebês precisam durante a gestação tranquila que você sonhou.  


Fonte: www.dicasdemulher.com.br / http://revistaautoesporte.globo.com/